quinta-feira, 30 de novembro de 2017

TRUMP E A CORAGEM DE EXPOR A CANALHICE DEMOCRATA SOCIALISTA EM RELAÇÃO AO ISLÃ

mickey-radical
por José Roitberg

Impressionante o poder que o Islã tem de cooptar simpatizantes. Ontem, o mundo inteiro, inclusive o Jornal Nacional, deixaram bem claro, que divulgar as atrocidades que jihadistas e outros muçulmanos cometem, filmam, e publicam eles mesmos. como forma de propaganda de sua força, é FOMENTAR O ÓDIO AOS MUÇULMANOS !!!

Todos os democratas americanos e ingleses estão descendo o cacete em Trump por compartilhar 3 vídeos, até antigos e muito difundidos nas mídias sociais. Eu tenho quase a certeza de que, fora os políticos de ponta, o público democrata jamais tinha visto tais vídeos e ficou horrorizado, achando que são falsos. Isto é dito no Jornal Nacional.

Interessantemente, esta mesma gente que não admite mostrar muçulmanos matando muçulmanos, é a gente que não tem o mínimo pudor de acusar os judeus de genocidas, de avarentos e usuários, de ladrões de terras, de usurpadores do petróleo do Oriente Médio, de ameaça a paz mundial. Ou seja, acusar os judeus pelo que eles NÃO FAZEM, continua agenda politicamente correta desde o imperador romano Constantino, no século 4, ao passo que mostrar o que os muçulmanos fazem e divulgam publicamente é um absurdo e não pode ser feito.

Eu ainda não tinha contado a vocês, mas em setembro, o Youtube puniu a conta da Menorah com suspensão de 20 dias, por termos lá, dois vídeos de DENÚNCIA sobre o Estado Islâmico, mostrando os massacres de muçulmanos iraquianos na conquista de Mossul. Estavam lá já há mais de 5 anos, com dezenas de milhares de views, mas a polícia dos costumes robotizada e lobotomizada ocidental, decidiu que estávamos, como o Trump, promovendo a ISLAMOFOBIA e nos deu dois 'strikes', um por cada vídeo, sem qualquer aviso anterior, tipo "por favor os vídeos violam nossa NOVA política, remova em uma semana, senão será punido". Não. Primeiro a punição não-judicial, depois o aviso. E ainda tem mais: caso tivermos um terceiro strike, seremos eliminados do Youtube sem a minima consideração.

Assim, meus amigos, eu gostaria que vocês considerassem um pouco o que os democratas e socialistas ocidentais estão fazendo em relação às atrocidades que o Islã comete: ninguém pode vê-las, e as pessoas DEVEM SER MANTIDAS NA IGNORÂNCIA. Os vídeos que o Trump mostrou estão entre os mais amenos e diria até amorosos na forma como o Islã radical trata seus inimigos. Se ele tivesse compartilhado os vídeos de Mossul, nem sei o que o mundo estaria dizendo neste momento. Nestes, jovens muçulmanos homes eram desembarcados de caminhões, corriam até uma vala rasa na areia, eram obrigados a deitar de barriga para baixo e em seguida fuzilados pelas costas com rajadas de AK-47, em processo bem semelhante ao que os grupos de extermínio da SS fizeram com os judeus soviéticos. Noutro, um por um, rapazes muçulmanos xiitas iraquianos, vinham numa fila, tomando tapas e chutes até chegar à beira da represa de Mosul, onde um executor do Estado Islâmico segurava um braço deles, encostava uma pistola 9 mm na cabeça de seu irmão muçulmano de vinte e poucos anos, disparava e deixava o corpo cair na água, a um ritmo de um assassinato a cada 10 segundos.

E quem me acompanha sabe que odeio os termos Homofobia e Islamofobia, pois 'fobia' é 'ter medo de'. Ser contra alguma coisa não é fobia. Mas fobia é uma doença e estes mesmos democratas e socialistas consideram ser um "doente" quem é contra os grupos acima. Só que um amigo meu, comentou: "Em relação ao Islã, deveria-se ter medo mesmo", e eu concordo com ele.

O cidadão comum e até boa parte dos mais instruídos, não sabem e não querem saber que o Islã já dominou quase todo o mundo conhecido então, por duas vezes, em dois grandes impérios e estamos nos estágios iniciais da criação do terceiro, no qual todos nós viveremos como Dhimis, cidadãos de segunda classe pagando imposto anual para ter o direito de estarmos vivos, enquanto os politeísta, aqui no Brasil, essa boa gente toda das religiões de matriz africana, será simplesmente executada, pois para o Islã, mesmo o moderado, apenas os monoteístas são considerados como seres humanos.

Os ocidentais precisam acordar. Metade de população mundial é politeísta, portanto não é composta por seres humanos, afirmam os mesmo clérigos que recentemente garantiram que o Sol gira em torno da Terra.

Um comentário:

Rubens disse...

Muito bom Zé. Concordo inteiramente com vc.