quinta-feira, 23 de julho de 2009

Vejam só a opinião grosseira e ignorante de um judeu reacionário



(esta é a segunda versão do texto - na primeira eu fiz umas generalizações e depois não me senti confortável com elas, até porque não posso atribuir a todos os comunistas e socilialistas as opiniões das entidades que assinam o manifesto original lá embaixo. Neste caso preciso generalizar sobre as instituições pois não há assinatura do responsável, portanto, o texto original foi emitido em nome de todos os membros de tais instituições. Tenho certeza de que suas lideranças não falam por todos os membros e peço desculpas por qualquer um que não concorde com suas lideranças e tenha se sentido ofendido pela versão 1 deste texto)

Vocês são uns imbecís!!!

Dizer que o líder máximo atual do islamo-fascismo mundial tem um discurso semelhante ao ministro israelense dsa relações exteriores???

Vocês acham que enganam alguém com essa propaganda comunista da época da sua avó?

Quer dizer que o Liberman quer varrer o Irã do mapa, quer eliminar os iranianos da face da terra, e se possível culpá-los pelo Holocausto, se é que existiu... Quer dizer que o Lieberman enforca homossexuais em execuções em massa em praça pública, transmitindo pela TV e publicando em jornais oficiais? O Lieberman manda enforcar pessoas encontradas bêbadas nas ruas? O Lieberman MANDOU EXPLODIR A ASSOCIAÇÃO MUTUAL IRANIANA EM BUENOS AIRES??? ICUF assinando isso???

Quero deixar claro que detesto o partido do Lieberman e as idéias que prega. Mas vocês tiveram uma bosta de 3,5%¨(se não me engano - Meretz) dos votos na última eleição em Israel. São uma minoria pelega, inimiga dos judeus! São aterrorizados pelo conceito da democracia! Continuam chamando a bosta do comunismo falido de "democracia socialista." A minoria perdeu, agora aguenta! Se perdeu é porque ninguém acredita nas babaquices de vocês.

Até hoje não consigo entender como pessoas cultas que nem vocês defendem um regime político que exterminou a religião judaica e todas as outras por praticamente duas gerações - no fim, fracassou como em tudo que fez. Defender tal ideologia é compartilhar com suas determinações, portanto são judeus suicidas que pregam sua própria perseguição e extermínio ideológico, social e das instituições comunitárias.

Como é que vocês são tão ingênuos a ponto de defender um conceito político ideológico de trucidou dezenas de milhões de seus próprios cidadãos, a maioria por se expressar contra o que vocês pregam ou simplesmente para utilizar sua população como mão de obra descartável?

Será que vocês não respeitam nem mesmo 20 milhões de soviéticos comunistas mortos na Segunda Guerra Mundial, 1,5 milhões dos quais judeus?

Será que vocês não respeitam os dezenas de milhares de oficiais soviéticos fuzilados no momento da captura pelos nazistas?

Não respeitam os comissários comunistas fuzilados sumariamente junto com os judeus nas aldeias e cidades soviéticas que iam caindo sob a bota nazi, e que constavam da mesma ordem operiacional: "eliminar imediatamente judeus e comissários do partido comunista."

Não respeitam os milhões de soldados, cabos e sargentos soviéticos, todos muito mais comunistas do que vocês, que foram trucidados pela máquina do Holocausto nos mesmos campos de concentração, trabalho escravo e extermínio?

Não falam porra nenhuma sobre a negação do Holocausto do Ahmadijedad!!!

Não respeitam nem os líderes comunistas que co-patrocinaram a partilha da Palestina e deram sua aprovação pública e decisiva para a criação do Estado de Israel. Na foto acima, o primeiro embaixador soviético junto com seus adidos militares ao entregar suas credenciais em Tel Aviv, em agosto de 1948 - a União Soviética foi a primeira a enviar embaixador para Israel. Em troca, Israel lhes enviou para Moscou, Golda "Meir" Meirsohn...

Vocês são um bando de ignorantes! Falem mais, falem muito essas asneiras.

(obs: se quiserem publicar em qualquer lugar, retirados ou não os palavrões, tem toda a autorização prévia, mas vejam se acertam o nome - um título bom é "Vejam só a opinião grosseira e ignorante de um judeu reacionário". Antes que vocês imaginem que essa autorização é arrogância minha o algo idiota pois eu sei que não publicarão, porque os covardes são vocês, eu estou publicando! Se este texto for publicado em qualquer outro lugar que não ICUF e ASA só autorizo se o texto original também for publicado, para que minhas palavras não sejam retiradas do contexto)

Ah, isso não é falta de educação, é o tal do diálogo que vocês tanto pregam. Vocês tem o direito de falar as merdas extremamente ofensivas de vocês e assim dão a qualquer um o direito de falar suas próprias merdas sobre o que vocês escrevem.

Grande abraço,

José Roitberg - jornalista

2009/7/23 ICUF de Argentina <icufargentina@fibertel.com.ar>

Boca no Trombone

Os indesejáveis

Avigdor Liberman, ministro das Relações Exteriores do atual governo de Israel, acaba de concluir viagem de dois dias ao Brasil. Líder do Israel Beiteinu, partido de extrema-direita que se caracteriza pelo discurso xenófobo e se opõe à criação de um Estado palestino, Liberman tem sido recebido com frieza e manifestações de repúdio pelos países onde tem passado.

Ironicamente, anuncia-se a visita ao Brasil de outro personagem sinistro: Mahmoud Ahmadinejad, presidente reeleito do Irã, cujo discurso guarda semelhanças com o do chanceler israelense na intolerância e no fanatismo.

São igualmente indesejáveis as presenças em solo brasileiro de políticos avessos ao diálogo e que constroem suas carreiras fincados na intransigência. O ódio deve ser condenado, seja qual for a bandeira sob a qual se abriga.

Rio de Janeiro, 23 de julho de 2009

Amigos Brasileiros do Paz Agora

ICUF - Ídisher Cultur Farband (Argentina)

ASA – Associação Scholem Aleichem de Cultura e Recreação

Meretz

Um comentário:

Nicolai disse...

Caro Roitberg (Montanha Vermelha),
Gostei do muito do seu post! Apesar de não concordar com a linha de pensamento ou mesmo com os termos que você utililou, vi pela primeira vez em cerca de 40 anos alguém lembrando que quem apoiou a construção do Estado de Israel foi a União Soviética, e não os americanos! Como você bem sabe, os EUA se ABSTIVERAM da votação em que o Oswaldo Aranha deu voto de minerva para a partilha da Palestina. É bom ouvir isso, já que "nossas" entidades insistem em fingir que desconhecem a história...
Não poderia realmente esperar nada menos de um Blog Vermelho (RoitBlog)...